.mais sobre mim

Envia-me um e-mail

.pesquisar

 

.posts recentes

. Garrano

. Urso pardo

. Hamster

. O coelho

. Os Golfinhos

. Carta ao Verdinho - Escol...

. PATO-REAL

. A LONTRA

. O GANSO

. Melro-metálico

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

|ESPAÇO CRIANÇA| |DICAS VERDES| |DIAS AMBIENTAIS| |ANIMAIS|

|PLANTAS| |AMBIENTE| |HISTÓRIAS E JOGOS| |SONDAGENS|
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

Espécies arbóreas autóctones

O dia das espécies autóctones é comemorado a 23 de Novembro. Ele foi criado para alertar-nos para a importância das florestas autóctones e a necessidade de as conservar e proteger.

 
Sabes o que são espécies autóctones?
São espécies naturais da própria região onde habitam. As espécies arbóreas autóctones da floresta portuguesa são a azinheira, o carvalho alvarinho, o carvalho negral, o carvalho português, a cerejeira brava, o medronheiro, o pinheiro-bravo, o pinheiro-manso, o sobreiro, o zambujeiro (oliveira brava), o amieiro, o choupo-negro, o freixo, o salgueiro-branco, o ulmeiro.
 
E o que são espécies exóticas e invasoras?
As espécies exóticas são espécies que não são naturais de uma região. Elas são levadas para essa região pelo Homem de maneira intencional (por exemplo, através do seu cultivo) ou acidental (por exemplo, trazida agarrada aos cascos dos navios).
 
Mas se essa espécie começa a crescer e a multiplicar-se sem a ajuda do Homem e de uma forma descontrolada torna-se uma ameaça para as espécies naturais da região (espécies autóctones). Essa nova espécie torna-se uma praga e passa a chamar-se espécie invasora.
As espécies invasoras alteram o equilíbrio do habitat e ocupam o espaço que pertence às espécies autóctones. Assim, as espécies naturais daquele habitat ficam ameaçadas, podendo morrer, ou até mesmo serem extintas.  
 
Algumas espécies arbóreas exóticas e invasoras que existem em Portugal são o eucalipto (originário da Austrália), a acácia, a mimosa, o jacinto-de-água, a tília prateada, o chorão-das-praias.
 
Sabias que as espécies exóticas e invasoras são uma das maiores razões de redução da biodiversidade no mundo?
As espécies exóticas e invasoras são consideradas a segunda maior causa mundial de extinção da diversidade biológica. Como estas espécies são novas numa determinada região não existem aí predadores que limitem o seu crescimento e multiplicação. Assim, elas desenvolvem-se muito rapidamente e colocam em perigo as espécies naturais dessa região.
 
Sabes porque são importantes as espécies autóctones?
As espécies autóctones são mais resistentes às pragas, às doenças, aos incêndios, e aos períodos longos de secas e chuvas intensas.
As áreas de bosques autóctones são importantes no pastoreio de ovelhas, na actividade apícola (produção de mel pelas abelhas) e no crescimento de cogumelos silvestres. E também são importantes locais de abrigo e reprodução para muitos animais.
 

Verdinho

sinto-me:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 14:38
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres